Câmaras Municipais portuguesas são distinguidas pela presença na Internet

News
  • 2019•12•04     Guimarães

    Entrega dos prémios do IPIC 2019 decorreu em Guimarães


    A Universidade das Nações Unidas, através da sua Unidade Operacional em Governação Eletrónica (UNU-EGOV), em parceria com o GÁVEA – Observatório da Sociedade da Informação da Universidade do Minho e a Agência para a Modernização Administrativa (AMA), divulgou no dia 4 de dezembro os resultados do estudo que avalia a presença na Internet das Câmaras Municipais portuguesas.

    A cerimónia, que teve no Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães, contou com a presença da Ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, que entregou os prémios dos primeiros dez classificados no ranking global do IPIC – Índice da Presença na Internet dos Municípios Portugueses 2019. As fotografias do evento encontram-se aqui e o estudo pode ser transferido a partir do website do GÁVEA.

    Vila Nova de Cerveira foi a Câmara Municipal premiada com o primeiro lugar no ranking global. Em segundo lugar ficou a Câmara Municipal de Murça e, em terceiro, a Câmara Municipal de Cascais. O grupo dos dez melhor classificados fica completo com as Câmaras Municipais que se seguem: Maia, Vagos, Póvoa de Varzim, Miranda do Douro, Caminha, Arcos de Valdevez e Porto.

    Estes municípios são, assim, assinalados como exemplos de melhores práticas no que diz respeito ao modo como se apresentam na Internet, considerando especificamente os conteúdos veiculados nos seus sítios web, as características de navegabilidade, a prestação de serviços online e a participação.

    A presença na Internet dos municípios portugueses tem vindo a ser objeto de estudo do GÁVEA desde 1999. O presente estudo é a décima edição e apresenta os resultados das avaliações efetuadas entre novembro de 2018 e maio de 2019 aos 308 sítios web das Câmaras Municipais portuguesas.


    RANKING GLOBAL

    POSIÇÃO NOME DISTRITO DIMENSÃO NUTS II
    1 CM Vila Nova de Cerveira Viana do Castelo pequena Norte
    2 CM Murça Vila Real pequena Norte
    3 CM Cascais Lisboa grande AM Lisboa
    4 CM Maia Porto grande Norte
    5 CM Vagos Aveiro média Centro
    6 CM Póvoa de Varzim Porto média Norte
    7 CM Miranda do Douro Bragança pequena Norte
    7 CM Caminha Viana do Castelo pequena Norte
    9 CM Arcos de Valdevez Viana do Castelo média Norte
    10 CM Porto Porto grande Norte

    RANKING SETORIAL

    Ao nível sectorial, foram também premiados os municípios com melhor desempenho em cada uma das quatro vertentes estruturais que compõem a grelha de avaliação utilizada no estudo.

    • C1 – Conteúdos: Tipo e Atualização: critério que tem como objetivo proceder à avaliação dos conteúdos disponibilizados bem como à atualização dos mesmos. Abarca sete indicadores que incluem um conjunto variado de informação disponibilizada, nomeadamente informação da Câmara, do município, relativa à gestão do município, relacionada com os serviços Municipais e com instrumentos de gestão territorial, bem como dados sobre as datas da realização de reuniões de Câmara e outras informações, tais como editais, concursos públicos, notícias, FAQs, entre outras;
    • C2 – Acessibilidade, Navegabilidade e Facilidades de Utilização: foca-se no modo como o sítio web pode ser utilizado, com o intuito de avaliar a facilidade com que o cidadão comum pode aceder ao mesmo, navegar e aceder à informação de que necessita. É composto por 13 indicadores que incluem questões como a do acesso a partir de canais com diferentes configurações, a eficiência do acesso, a navegação no site, a acessibilidade para cidadãos com necessidades especiais, a sofisticação tecnológica do site e conteúdos disponibilizados e a multiplicidade linguística.
    • C3 – Serviços Online: compreende a avaliação de oito serviços, aglomerados em três indicadores, e autonomiza a avaliação do serviço de autenticação e do email.
    • C4 – Participação: visa avaliar o tipo e nível de participação e envolvimento que a Câmara oferece aos seus cidadãos e compreende oito indicadores, que se debruçam sobre aspetos diversos, como a existência e disponibilização de canais de contacto direto que permitam a comunicação do cidadão com a Câmara, com os serviços específicos da Câmara, com o Presidente ou com os restantes membros eleitos, de espaços de discussão e auscultação de opinião, a presença do município nas redes sociais e áreas específicas dedicadas à Transparência e aos Dados Abertos e outras iniciativas específicas (como o orçamento participativo e a participação de ocorrências).

    No Critério C1, relativo aos conteúdos e atualização dos mesmos nos sítios Web das Câmaras Municipais, os três primeiros lugares foram atribuídos à Câmara de Vila Nova de Cerveira e, em segundo lugar ex aequo, encontram-se as Câmaras de Alenquer e de Valença.

    No Critério C2, as Câmaras Municipais premiadas pela utilização e facilidade de navegação dos seus sítios web, foram as de Arcos de Valdevez, Pampilhosa da Serra e, com a mesma pontuação em terceiro lugar, as de Montalegre e de Porto de Mós.

    No Critério C3, relativo aos serviços disponibilizados online ao cidadão, foram destacadas como exemplo de boas práticas as Câmaras Municipais de Bragança (1ª posição), de Viana do Castelo (2ª posição) e de Loures (3ª posição).

    Relativamente às questões da participação (Critério 4), a primeira posição foi ocupada pela Câmara Municipal de Lisboa, seguindo-se-lhe, nas segunda e terceira posições, as Câmaras de Torres Vedras e da Vidigueira.